Header Ads

Professor é hostilizado por fascistas da extrema-esquerda em debate sobre o Escola sem Partido

O Doutor em Filosofia e professor da UFPE, Rodrigo Jungmann, foi hostilizado por manifestantes da extrema-esquerda presentes na FAFICA (Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Caruaru). Segundo o próprio, ele foi ao local para debater o projeto Escola Sem Partido, mas não teve oportunidade de manifestar sua opinião.



O que é mais icônico, o que podemos chamar de uma evidência do cinismo absoluto desses bandidos travestidos de estudantes, é que eles acusam Rodrigo Jungmann de ser um fascista, mas como você poderá ver nos dois vídeos abaixo, eles é que expulsam aos gritos uma pessoa que pensa diferente, e fazem isso dentro de um ambiente que, em tese, deveria ser democrático.

Para esses meliantes, ser a favor de um projeto de lei é fascismo, mas expulsar pessoas aos berros e ofensas é algo natural. Confira nos vídeos:



Segundo informações que recebi, o movimento que organizou essa patifaria de maneira premeditada se chama Coletivo Ação e Resistência.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.