Header Ads

A insistência da imprensa em comparar Trump com Dória certamente tem seus propósitos



É difícil dizer se a imprensa brasileira odeia mais o Dória ou mais o Trump, mas é evidente que ela odeia a ambos em uma grande escala. No entanto, há poucas semelhanças entre ambos. Donald Trump e Dória possuem em comum apenas o fato de serem empresários que se tornaram políticos e que, antes disso, ficaram famosos na televisão. O perfil ideológico-político de ambos, entretanto, é completamente distinto.

Trump escolheu, durante a campanha, uma postura muito mais radical e agressiva - o que talvez tivesse até sido bom se ele não desse tanta bola fora. Venceu, mas por uma margem não tão vantajosa se pararmos para pensar na enorme rejeição dos americanos por Hillary Clinton. Já o tucano venceu em São Paulo com folga, em primeiro turno, sem que o segundo colocado tivesse qualquer chance.

Além disso, Dória adotou uma postura muito mais centralizada, sem agressões, apenas ataques feitos na medida certa. Dória não é um homem de exageros e nem é extravagante como o americano. Ainda que ambos tenham apresentado um programa de TV com mesmo nome, lá e aqui, os discursos deles são absolutamente incompatíveis. João Dória até poderia ser a melhor opção para São Paulo nesta eleição, mas sequer daria para dizer que é alguém 'de direita', no máximo alguém de centro, como um democrata qualquer.

Manchetes como esta, no entanto, tem sido frequentes:


Talvez, uma das principais finalidades da imprensa brasileira em fazer esse tipo de comparação seja a de aproveitar os erros que virão a ser cometidos por um deles e criar, com isso, comparações paralelas. Ademais, Trump tem uma rejeição bem maior do que João Dória, e colar a imagem de um em outro pode criar a impressão de que o tucano é tão rejeitado quanto.

Outro propósito por trás de tais comparações pode ser o fato de que Dória prometeu extinguir secretarias inúteis como a de Igualdade Racial e Direitos Humanos, e isso servirá para forçar uma narrativa de que Dória é racista e misógino, mesmas coisas que a mídia diz sobre Donald Trump.

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.