Header Ads

Quando a Guerra Política se torna uma questão pessoal...

Às vezes é inevitável. Nem sempre conseguimos separar as coisas a ponto de não levarmos certas questões para o lado pessoal. Quando uma discussão é puramente ideológica, quando ela é fundamentada em meras discordâncias, é perfeitamente possível distinguir as coisas. Porém, quando se trata de caráter, a situação fica muito mais complexa.

Para mim, foi o que aconteceu hoje quando vi as matérias do Catraca Livre tentando ganhar acessos a todo custo explorando a tragédia com a Chapecoense. Como catarinense, não tenho como não me envolver. Tive muitos amigos que jogavam futebol e tinham o sonho de serem profissionais, alguns deles tinham até o talento para isso. Tenho amigos que trabalham no jornalismo esportivo também. Não consigo deixar de pensar que aqueles sujeitos no avião poderiam ser pessoas muito próximas a mim.


Sempre soube que a extrema-esquerda é mesquinha, suja e hipócrita. Não posso dizer que estou surpreso com a atitude, mas também não consigo dizer que ela não me incomodou um bocado. Ver o descaso desses palhaços com uma fatalidade tão grave, especialmente após terem declarado solidariedade a Fidel Castro, um ditador perverso, me deu certo embrulho no estômago.

Esta, entretanto, não é a primeira vez que levo alguma questão para o lado pessoal. Diria até que toda a motivação central para que eu faça o que faço é totalmente de cunho pessoal, pois embora seja liberal eu definitivamente não estou preocupado com "o movimento" ou com as nossas bandeiras. Meu foco é salvar minha própria pele e dar uma vida melhor aos meus entes queridos.

O que eu vejo diante disso é que talvez nós tenhamos mesmo que levar mais coisas para esse lado. Afinal, quando alguém quer ver o nosso mal, isso é mesmo pessoal. A luta contra a extrema-esquerda é uma guerra contra a perversão moral, contra a degeneração humana, contra tudo aquilo que há de pior nas pessoas. Tentar separar isso da política é uma ilusão, pois eles tratam política exatamente como tratam a vida, algo que para eles não tem valor algum senão um meio para atingir determinadas finalidades.

Deixo meus pêsames aos parentes e amigos das vítimas, e de modo geral, mesmo não sendo fã de futebol, deixo também meus pêsames para toda a comunidade esportiva. Essa tragédia afetará muitas vidas ainda.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.