Header Ads

Agressão de comunistas contra Felipe Diehl reforça: Não existem esquerdistas "bem intencionados"

Dias atrás postei um texto "polêmico" por aqui no qual afirmava não existirem "esquerdistas bem intencionados". Como de praxe, vários idiotas não compreenderam a essência da ideia e disseram coisas óbvias como "também há direitistas mal intencionados", aparentemente uma descoberta nova para eles.

Um caso ocorrido esta semana na Universidade Federal de Minas Gerais reforça a tese, e vou explicar o motivo depois. Primeiro, veja o vídeo abaixo, publicado pelo Terça Livre:


A primeira coisa que deve ficar clara aqui é que isso não é exceção, é a regra. A todo instante acontecem casos como esse ou até piores. Se você duvida, no final deixarei vários links para comprovar que isso aí não foi um caso isolado. O comportamento padrão de todos - sim, todos - os esquerdistas é exatamente esse.

Agora, vamos aos detalhes do vídeo.

Note que o rapaz agredido, Felipe Diehl, estava falando normalmente e sem insultar nenhum dos presentes. Ele apenas expôs sua visão acerca do assunto, e esta visão era contrária ao status quo vigente no recinto. Muito antes que ele pudesse terminar de falar, foi interrompido por uma turba - não um, não dois, mas por praticamente todos ali presentes. Eles começam a bradar um de seus gritos de guerra favorito e não permitem mais que ele fale depois disso.

Observe, aos 55 segundos de vídeo, logo depois que todos começam a gritar, que algumas pessoas sentadas na plateia aparecem diante da câmera sorrindo. O mesmo acontece logo depois, ao 1:13, quando a câmera mostra as pessoas do lado esquerdo da sala erguendo as mãos e gritando ao mesmo tempo em que sorriem, achando graça da situação. Ou seja, eles nem estão bravos de verdade, é tudo dissimulado, é apenas um teatrinho para fingir indignação e expulsar o sujeito lá de dentro.

O restante do vídeo vocês viram como foi. Cinismo, gritaria, violência e total intolerância. Isso é postura de gente bem intencionada? Havia pelo menos umas oitenta pessoas no local, nenhuma delas defendeu a vítima ou pediu tolerância. Em vez disso, as que não agrediram o rapaz se limitaram a assistir a agressão, agindo com conivência passiva. Repito a pergunta: Estas são atitudes de pessoas bem intencionadas?

Afirmo, sem nenhum receio de errar, que se fosse uma situação inversa e um esquerdista fosse discursar em um evento liberal ou conservador, ainda que ele fosse agressivo nas palavras, uns e outros até poderiam querer agredi-lo, mas a maioria não permitiria a agressão. A maioria deixaria, inclusive, que ele terminasse de falar. Isso é postura de gente bem intencionada!

Quando digo que não há esquerdistas bem intencionados, é a esse tipo de coisa que me refiro. Como já foi dito antes, não é exceção, é a regra. Em 99% dos casos em que há confronto de ideias, eles se comportam dessa maneira. Independente do que esteja em discussão, quem tem realmente boas intenções não age dessa forma. Esse tipo de comportamento é coisa de pilantra, de gente cínica e imoral.

A realidade é esse, quer você aceite ou não. A diferença é que ao aceitá-la você admitirá para si mesmo que precisa se prevenir contra essa gente, e ao não aceitá-la você continua sendo uma presa fácil. Abaixo deixo alguns links que confirmam o meu raciocínio, e se mesmo assim você persistir em sua fé cega na crença, azar o seu:










'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.