Header Ads

Catraca Livre tropeça ao fazer enquete entre Lula e João Dória. Resultado nada surpreendente, mas indigesto para a esquerda...


Verdade seja dita, há motivos reais e válidos para que exista tanto apoio a João Dória, atual prefeito de São Paulo. Além de seu histórico, o de um homem honesto que enriqueceu de forma lícita em um país no qual alguns empresários, como Eike Batista, ficam bilionários em falcatruas, Dória também surpreendeu muitos assim que assumiu seu cargo na prefeitura.

Os votos dados pelos paulistanos foram, a princípio, uma forma de remover o petismo e o esquerdismo da maior cidade do país. Após quatro anos de Haddad ninguém mais aguentava, tanto é que ele só recebeu votos de gente filiada ao PT. Dentre os demais concorrentes, dois eram ex-petistas e o outro era um sujeito detestável conhecido pela boçalidade extrema. O que deve ter pego os paulistanos de surpresa foi o fato de um político finalmente cumprir o que prometeu em campanha, pois esta é a real novidade! Tal coisa, no fim, acabou reforçando o mito de que Dória não é um político - "não ser político" é também uma forma de fazer política, mas isso explico em outra ocasião.

Aconteceu que o site de extrema-esquerda Catraca Livre, provavelmente incentivado pela larga vitória de Lula na vergonhosa enquete feita por Flávio Bolsonaro no Twitter (veja aqui), resolveu também fazer sua própria enquete, mas em vez de colocar Bolsonaro para concorrer com Lula, o site sugeriu João Dória. A derrota não poderia ser mais humilhante...


72% para Dória contra 27% para Lula...

Muitos liberais, por sua vez, têm argumentado comigo que Dória é, na realidade, "um problema" para o liberalismo brasileiro. Eles alegam que Dória é um sujeito que vai reforçar a confiança da população no establishment. Aliás, vi conservadores sugerindo o mesmo também. Acho isso uma bobagem, não pela lógica inegável da afirmação, mas pela total falta de senso de realidade. 

As pessoas já idolatram o Estado, o estatismo já é a nova religião da humanidade há pelo menos um século. Tudo o que as pessoas querem é um sujeito como João Dória tomando conta de suas vidas, porque isso torna tudo muito mais simples.

O que quero dizer, portanto, não é que os liberais ou conservadores desconfiados estejam errados. Inclusive, deixo isso claro, acho que Dória ainda tem tempo suficiente para cometer tropeços e errar feio. Pode ser que aconteça. Contudo, não é este o caminho para que nós conquistemos a população de fato. Em vez de criticar fenômenos como Dória, antes devemos entendê-los, porque a partir disso poderemos traçar estratégias realmente eficientes.

Casos como o dele acontecerão com mais frequência nos próximos anos, e se tudo continuar como está agora é provável que ele saia da prefeitura com uma aprovação histórica. Não creio, realmente, que ele venha a se candidatar a uma presidência da República, inclusive porque em seu lugar eu não o faria, seria anti-tático, falando de um ponto de vista mais pessoal. Mesmo assim é bom ter em mente que o fenômeno representado pela figura do prefeito paulistano é digno de atenção e estudos, muito antes de qualquer crítica. Catraca Livre o subestimou e sofreu uma duríssima derrota em seu próprio quintal.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.