Header Ads

Sobre Maria do Rosário, Cavalo de Troia e coisas que parecem ser uma boa ideia, mas não são


Tem circulado pelas redes sociais umas imagens que, supostamente, são da filha da deputada Maria do Rosário, do PT. A jovem, que segundo informações é menor de idade, aparece se drogando (usando crack, para ser mais específico) e tem anorexia, conforme as fontes que divulgaram a informação.

Vi as fotos, considerei que elas são um tanto pesadas e revolvi não divulgá-las, inclusive porque nem sei a procedência da informação, mas não somente por isso. É que na guerra política tudo tem seu preço, e a perversidade escancarada tem um alto custo, especialmente quando temos contra nós a maior parte da imprensa e movimentos sociais. Considerei, mais do que a imoralidade de expor uma jovem de 16 anos com problemas, também a falta de senso tático por trás desta ação.

Quero, aqui, propôr a seguinte análise:

1) Quais as vantagens?

Maria do Rosário já é conhecida, basicamente, por defender bandidos, e com a inegável derrocada petista é fácil prever que dificilmente ela se elegerá novamente. Temos, ainda, o fato de que a própria, embora deputada, não é exatamente uma das figuras mais relevantes na política nacional, nem mesmo dentro de seu próprio partido. Creio, neste caso, que não haveria ganhos em atacá-la de forma tão agressiva.

2) Qual o custo?

Presumindo que toda essa história seja mesmo verdadeira, existem duas outras questões a serem levantadas. A primeira é: Quem espalhou esta informação, em primeiro lugar, e com qual interesse? Não é difícil ou errado suspeitar que alguém próximo da deputada ou até ela própria tenha deixado "escapar" estas informações para conseguir holofotes. Lula usou o caixão da própria esposa como palanque, por que outros não poderiam fazer o mesmo? Atacá-la com isso, então, não seria dar a ela exatamente o que ela quer? Ou, considerando que a própria não tenha nada a ver com isso, as pessoas por trás do vazamento destas informações não estariam ganhando algo com a nossa ação?

Outro ponto a ser pensado, ainda, é que tal ataque tem um preço muito alto. A despeito da desconfiança sobre isso ser ou não ser verdade, seja como for feito o uso destas imagens contra a deputada servem para dar munição ao nosso inimigo. Além de estarmos triturando alguém segundo questões que são de ordem puramente pessoal, o que muitas pessoas considerariam imoral, para dizer o mínimo, há também o risco de toda essa história ser mentirosa e ter sido mais um Cavalo de Troia colocado pela extrema-esquerda para reforçar a narrativa das "fake news". 

3) Se tudo for verdade...

Pode ser que todas as informações sejam verídicas. Se forem, isso prova muitas coisas, dentre elas que Maria do Rosário é incapaz de cuidar de uma pessoa. Caso isso seja comprovado, a atitude mais correta é denunciar no Conselho Tutelar para que ela responda por isso como negligente, no mínimo. Isso não só irá prejudicar a imagem da deputada como também será útil para ajudar a garota, que evidentemente precisa de alguma ajuda. É uma atitude muito mais nobre e inteligente do que bancar o abutre e ficar expondo a garota, que é a vítima da história, para tentar atingir sua mãe.

Claro, isso tudo não quer dizer que as pessoas que divulgaram sejam necessariamente ruins. Na realidade é normal nesse ambiente de guerra em que vivemos o ímpeto de atacar o inimigo, e ele é na maioria das vezes útil. Só é preciso ter certas medidas. Neste caso específico, atacar a deputada usando as condições de saúde de sua filha, embora racional, soa como algo cruel, tão cruel como usar a morte do filho de Geraldo Alckmin contra ele como os petistas fizeram na época. O efeito pode ser justamente o contrário do desejado, e em vez de denegrir a deputada isso pode fazer com que as pessoas sintam compaixão e pena.

Pergunto: Vale a pena?
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.