Header Ads

Não existem 400 intelectuais no Brasil, e os que existem não fecham com Lula!


A essa altura você já deve saber que lançaram uma carta em apoio a Lula assinada por 400 "intelectuais", e que na carta os tais "intelectuais" pediam que o molusco lançasse sua candidatura imediatamente.

Indo bem direto ao ponto, analisemos um fato: Não existem 400 intelectuais no Brasil, talvez nem no mundo inteiro. Na Grécia antiga não existiram 400 intelectuais. Se formos, com muito esforço, tentar lembrar de todos os grandes nomes da história da humanidade no quesito intelectualidade, provavelmente não conseguiremos listar 400. Intelectuais são pessoas que, muito acima da média geral, conseguem usar sua mente para fazer descobertas, para criar, para observar a realidade com uma visão superior a das demais pessoas.

Em suma, o que quero dizer é que Heisenberg foi um intelectual. Platão também foi. Marie Curie foi uma intelectual. Eu poderia fazer até uma pequena lista aqui, se fosse o caso, citando grandes pensadores do ramo da filosofia, da física, da teologia, etc., mas seria desnecessário. Basta, então, compararmos o nível de intelecto que uma pessoa precisa ter para, digamos, descobrir a Lei da Gravidade e formular para ela uma explicação racional, e qual o nível de intelecto que alguém precisa para fazer isso:


Note a qualidade. A atriz, que é uma das 400 pessoas a assinar a tal carta, não consegue formular uma frase que tenha sintaxe. O vídeo tem três minutos e isso é suficiente para ver a estupidez lá no fundo da alma. Até o Felipe Neto parece um gênio perto disso aí.

Outros nomes que assinaram a carta nem necessitam de aprofundamento. Um deles é Marieta Severo, o outro é Dira Paes. As duas são apenas atrizes, nunca produziram conteúdo intelectual, não são sequer autoras ou coisa do tipo. Sério mesmo que estão colocando figuras assim no mesmo patamar de Oscar Wilde?

Esse papo de "400 intelectuais" é para a mídia comprar, é uma patifaria para vender no exterior. Só quem se faz de bobo mesmo para acreditar que 400 intelectuais, se é que eles existem, se dariam ao trabalho de assinar uma carta em prol de um político corrupto conhecido basicamente pela vagabundagem em nível profissional. 

Detalhe importante: 400 "intelectuais" e nenhum deles foi capaz de notar o erro grosseiro de concordância verbal em uma frase da carta. É mole?
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.