Header Ads

SJW são piores que nazistas

Os "justiceiros sociais", também chamados pela sigla "SJW", são as criaturas mais desprezíveis em nossa atualidade política. Esta afirmação vale não só para o contexto brasileiro, mas global.

De forma resumida, qual a atividade principal de um "justiceiro social"? Basicamente ele vive em função de prejudicar pessoas. Deve até existir algum tipo de organização que estipula metas. Quanto mais pessoas um SJW prejudicar no decorrer de sua vida, mais alto ele chega dentro da Ordem. A principal função desse tipo de gente aqui no mundo é causar danos contra inocentes em nome de uma agenda política, e para isso eles estão dispostos a qualquer coisa. Fazem falsas acusações de racismo, de machismo ou xenofobia com a finalidade de denegrir a imagem de pessoas honestas. Quando isso não funciona, muitas vezes partem para a violência física, seja por meio da depredação ou até da agressão direta.

Perdi as contas de quantas pessoas vi serem prejudicadas por esse tipo de jogo sórdido. Nem mesmo minha excelente memória é capaz de lembrar todos os casos que vi nos últimos anos. Sempre que pude, é claro, tentei impedir, mas infelizmente a direita em geral é passiva demais diante do mal, e por vezes deixa passar oportunidades excelentes para um contra-ataque.

Só no ano de 2016, que eu tenha presenciado, ocorreram pelo menos dois casos assim aqui em Joinville, cidade onde resido desde que nasci. Esta semana ocorreu outro. O que os SJW fazem, de forma resumida, é escolher como alvo alguém que não se adeque aos seus padrões comportamentais e discursivos, e então passam a se organizar para que esta pessoa tenha sua reputação destruída, ou mesmo sua carreira, e se possível ambas as coisas.

Ok. Tudo isso é óbvio. Mas o que tem a ver com nazismo?

Pensemos no seguinte: O que os nazistas faziam? Eles tinham ideais - e aqui não importa se acreditavam neles ou se fingiam acreditar - e quem não se adequasse às suas regras sofria punições, podendo inclusive morrer. O partido Nacional Socialista perseguiu judeus porque, dentro de suas narrativas, eles mereciam ser perseguidos apenas por serem judeus, exatamente da mesma forma que, do ponto de vista SJW, um sujeito que discorde do feminismo merece sofrer apenas por discordar dele.

Para os nazistas, bastava que uma pessoa se encaixasse no padrão pré-estipulado que a caracterizasse como "inimiga da causa" para que ela fosse punida. Não havia julgamento, análise ou qualquer tipo de indagação. A acusação era feita e esta pessoa era punida rigorosamente de acordo com os princípios do nazismo ali estabelecido.

Sendo assim, você pode perguntar novamente: "Por que, então, os SJW seriam piores que os nazistas? Eles não fizeram nada tão agressivo assim."

Não fizeram porque nunca tiveram o poder que os nazistas tinham em suas mãos. Embora a extrema-esquerda já tenha, sim, chegado ao poder, ela jamais teve o controle da sociedade no nível político e militar que o partido Nacional Socialista chegou a conquistar na Alemanha e, posteriormente, em parte da Europa. Imagine uma pessoa que, por muito pouco, é capaz de praticar o linchamento moral de alguém e sugerir que esta pessoa, por discordar dela, merece ser presa. Agora imagine esta mesma pessoa com o poderio que os nazistas tiveram. O que alguém assim seria capaz de fazer?

Há, ainda, outra questão a ser observada: os nazistas conquistaram o poder dizendo a verdade sobre suas intenções. Em seu livro Mein Kampf, Hitler deixava muito claras as suas ideias e tudo o que tinha em mente para a Alemanha. O partido Nazista tinha uma ideologia clara desde o começo. Os SJW, por outro lado, não são tão sinceros assim. Eles preferem mentir, tentam vender uma imagem de boas pessoas, de gente que "luta pelo bem", mesmo que na prática só causem o mal a inocentes.

É por isso que afirmo, sem nenhum receio, que todo "justiceiro social" é pior do que qualquer nazista que já existiu. Nenhum grupo de pessoas é tão imundo no mundo da política quanto os SJW.


'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Tecnologia do Blogger.